Vistos de imigrante para cônjuges

Como faço para solicitar um visto para que meu cônjuge estrangeiro possa me encontrar nos Estados Unidos?

Os cônjuges de cidadãos dos Estados Unidos ou residentes permanentes também podem se tornar um residente permanente mediante a inscrição para um Visto de Imigrante em um consulado dos Estados Unidos. Um visto de imigrante permite que o titular se torne um residente permanente a partir de sua chegada aos Estados Unidos. A vantagem deste processo é que o cônjuge é autorizado a trabalhar imediatamente e não há um período de espera para viajar para o exterior novamente.

Há três etapas para obter um visto de imigrante. Primeira etapa, uma petição é enviada para o serviço de imigração dos Estados Unidos buscando o reconhecimento do casamento. Este processo geralmente leva cerca de cinco meses, embora o tempo de espera possa variar.

Visto de imigrante para cônjuges

Segunda etapa, após a aprovação da petição, o processo é enviado ao Departamento de Estado para processamento. Antes de uma entrevista ser agendada no Consulado dos Estados Unidos, o processo deve ser totalmente preparado. O cônjuge deve preencher um formulário on-line detalhado, as taxas de visto devem ser pagas e uma série de documentos devem ser enviados ao Departamento de Estado.

Terceira etapa, quando o processo estiver completo, é enviado ao Consulado dos Estados Unidos de onde o cônjuge vive para a entrevista. Antes de participar da entrevista, o cônjuge deve ser submetido a um exame médico por um médico local designado pelo Consulado. Normalmente, o cidadão americano ou residente permanente pode acompanhar o cônjuge na entrevista. Na verdade, os consulados muitas vezes apreciam isso. Após a entrevista, o visto geralmente é aprovado e emitido alguns dias depois.

Entre em contato com a Merrick Immigration Law para conversar com um profissional de imigração experiente e aprender mais sobre vistos de imigrante para cônjuges estrangeiros.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.