Visas

Vistos de imigrante para cônjuges

Como faço para solicitar um visto para que meu cônjuge estrangeiro possa me encontrar nos Estados Unidos? Os cônjuges de cidadãos dos Estados Unidos ou residentes permanentes também podem se tornar um residente permanente mediante a inscrição para um Visto de Imigrante em um consulado dos Estados Unidos. Um visto de imigrante permite que o titular se torne um residente permanente a partir de sua chegada aos Estados Unidos. A vantagem deste processo é que o cônjuge é autorizado a trabalhar imediatamente e não há um período de espera para viajar para o exterior novamente. Há três etapas para obter um visto de imigrante. Primeira etapa, uma petição é enviada para o serviço de imigração dos Estados Unidos buscando o reconhecimento do casamento. Este processo geralmente leva cerca de cinco meses, embora o tempo de espera possa variar. Visto de imigrante para cônjuges Segunda etapa, após a aprovação da petição, o processo é enviado ao Departamento de Estado para processamento. Antes de uma entrevista ser agendada no Consulado dos Estados Unidos, o processo deve ser totalmente preparado. O cônjuge deve preencher um formulário on-line detalhado, as taxas de visto devem ser pagas e uma série de documentos devem ser enviados ao Departamento de Estado. Terceira etapa, quando o processo estiver completo, é enviado ao Consulado dos Estados Unidos de onde o cônjuge vive para a entrevista. Antes de participar da entrevista, o cônjuge deve ser submetido a um exame médico por um médico local designado pelo Consulado. Normalmente, o cidadão americano ou residente permanente pode acompanhar o cônjuge na entrevista. Na verdade, os consulados muitas vezes apreciam isso. Após a entrevista, o visto geralmente é aprovado e emitido alguns dias depois. Entre em contato com a Merrick Immigration Law para conversar com um profissional de imigração experiente e aprender mais sobre vistos de imigrante para

Ajuste de status baseado em casamento

Adjustment of status based on marriage

Como meu cônjuge pode solicitar residência permanente legal (green card) com base em nosso casamento? Dos três métodos, o ajuste de status muitas vezes pode ser o procedimento mais eficiente. O processo está disponível para a maioria dos cônjuges estrangeiros que já entraram nos Estados Unidos legalmente. Isso geralmente significa que ele(a) entrou nos Estados Unidos com um visto, embora outros possam se qualificar em determinadas circunstâncias. O cronograma para este processo varia de seis meses a um ano. Muitos de nossos clientes acham esse processo atraente pois o casal pode permanecer vivendo juntos nos Estados Unidos durante todo o período. Além disso, dentro de apenas alguns meses do protocolo do pedido o cônjuge fica elegível para trabalhar conforme o caso prossegue. Uma vantagem adicional para os cônjuges dos cidadãos dos Estados Unidos é que, se o status legítimo do cônjuge nos Estados Unidos expirou, ele(a) continua a ser elegível para o ajuste de status. Este não é o caso dos cônjuges dos residentes permanentes. Um ponto importante a lembrar é que o cônjuge estrangeiro não pode viajar para fora dos Estados Unidos enquanto o processo  está pendente, sem antes obter permissão. Caso contrário, o processo é considerado abandonado, resultando na perda das taxas do processo. Em alguns casos, o cônjuge não poderá voltar a entrar nos Estados Unidos durante muitos meses, senão anos. Entre em contato com a Merrick Immigration Law para conversar com um profissional de imigração experiente e aprender mais sobre ajuste de status baseada em casamento.

Vistos de Investimento

Como posso obter um visto de trabalho americano através da abertura de um negócio? Há várias maneiras pelas quais os estrangeiros podem obter vistos de trabalho dos EUA ao abrir um negócio.  Sob as regras de imigração dos EUA, esses quatro métodos são comumente usados: 1) E-2 Visto de Investimento 2) E-1 Visto de Comerciante 3) L-1 Visto de Transferência entre Empresas 4) EB-5 Visto de Investidor para Criação de Empregos E-2 Vistos de Investimento O visto de investidor E-2 permite que estrangeiros de 80 países abram negócios nos EUA. O objetivo do visto E-2 é aumentar a interação econômica e comercial entre os dois países.  Um elemento-chave deste visto é que o requerente do visto seja um cidadão de um dos 80 países com os quais os EUA têm um tratado recíproco.  O Departamento de Estado dos EUA mantém uma lista desses 80 países.  O negócio nos EUA deve ser de pelo menos cinquenta por cento de propriedade de cidadãos da mesma nacionalidade que o requerente de visto. O candidato ao visto E-2 deve demonstrar ter feito um investimento prévio ou que ele ou ela está ativamente “no processo de investir” em um negócio nos EUA.   Assim, um visto E-2 pode ser obtido antes do início das atividades comerciais.  Na Merrick Immigration Law, ajudamos nossos clientes a desenvolver estratégias únicas para estabelecer bases suficientes para o investimento empresarial, mantendo ainda alguma flexibilidade antes da emissão do visto. A abertura de uma pequena empresa nos EUA pode torná-lo elegível para um visto. O Investimento Deve Ser “Substancial” O candidato ao visto E-2 também deve demonstrar que o investimento é “substancial.”  Não existe um valor mínimo específico para que um investimento seja “substancial”.  Ajudamos nossos clientes a avaliar se sua idéia de negócio provavelmente atenderá a este requisito. Um requisito relacionado é que o negócio E-2 tenha a capacidade

Viajar para os EUA sem Visa Limitado

Some travelers now must obtain a visa to enter the U.S

Novas Restrições para Viagens sem Visto aos EUA Em 2015, o Congresso aprovou uma lei que não permite a entrada de certas pessoas nos EUA sem um visto sob o Programa de Dispensa de Visto.  Sob a nova lei, se durante os últimos 5 anos uma pessoa visitou um dos sete países específicos do Oriente Médio, ele(a) deverá solicitar um visto para entrar nos Estados Unidos.   Os sete países atualmente incluem o Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e o Iemen.  Os Países são alocados na lista quando os EUA determinam que lá existe um possível apoio ao terrorismo. Lista de Países que participam do Programa de Dispensa de Vistos dos EUA. A isenção de visto para viajar aos EUA está disponível geralmente para 38 países em sua maioria Ocidentais sob o Programa de Dispensa de Visto.  Este programa é conhecido também como ESTA (“Sistema Eletrônico para Autorização de Viagem”).   A nova lei restringe o programa da seguinte maneira.  Por exemplo, a maioria dos cidadãos Franceses podem permanecer nos EUA por até 90 dias sem um visto.  Todavia, sob a nova regra, caso um cidadão Francês tenha viajado para a Líbia nos últimos 5 anos, ele/a deverá primeiro obter um visto para visitar os Estados Unidos. A nova lei se aplica a pessoas que tenham dupla nacionalidade de um dos 7 países.   Sendo assim, se um cidadão Francês for simultaneamente um cidadão de um dos 7 países da lista, ele/a deverá obter um visto para entrar nos EUA. Algo a se manter em mente é que a nacionalidade geralmente depende das leis do país em particular.  Portanto, as pessoas podem ser cidadãs de um país, mesmo que elas nunca tenham lá residido ou portado um passaporte do país em questão. Excetuando aqueles que viajaram aos países designados para serviço militar ou a serviço do governo.